Exposição de homenagem a Raul de Carvalho

Toiros na Barquinha, dia 31 Outubro

TOIRO DA GANADARIA PALHA VENCE TROFÉUS BRAVURA E APRESENTAÇÃO.

Clique na Foto Para Aumentar

TOIRO DA GANADARIA PALHA VENCE TROFÉUS BRAVURA E APRESENTAÇÃO.

Praça de Toiros Palha Blanco – 05/10/21 – Corrida de Toiros

Ganadarias (por ordem de lide): Pinto Barreiros, Veiga Teixeira, Prudêncio, Passanha, Canas Vigoroux, Palha

Cavaleiros: João Ribeiro Telles, Salgueiro da Costa

Forcados Amadores de Vila Franca

O anunciado mano a mano João Telles / Francisco Palha passou, por lesão deste,  a um mano a mano João Telles / Salgueiro da Costa e, desde logo, suscitou também o interesse dos bons aficionados ao toureio a cavalo. Dois toureiros de duas dinastias, Telles e Salgueiro, que tanto deram e dão à nossa festa brava estavam ali presentes para uma competição em que o elemento toiro, em concurso de ganadarias, viria a dar brilho.

Duas lides de grande intensidade, desde logo pela importância que deu aos compridos, depois pela forma como lidou e cravou a ferragem, com verdade, a pisar terrenos dos toiros e a sair limpamente das sortes. Foi assim o toureio de Salgueiro da Costa que, inclusive, executou excelente sorte de gaiola a receber o sexto da ordem. Houve boa brega, deixando o toiro colocado onde quis para cravar os ferros da forma como entendeu ser a mais idónea e chegando ao público com essa alegria, essa entrega em cada ferro e com momentos de muito valor quer no de Veiga Teixeira que foi o seu primeiro quer no de Palha que encerrou a corrida. Várias foram as vezes que o público se levantou das bancadas pelas entradas frontais, ferros bem cravados e rematados. No seu segundo, de Passanha, assinou outra lide muito bem estruturada e que lhe valeu os fortes aplausos do público. Triunfo de lei!

João Telles foi fiel ao seu conceito, por vezes com batidas ao pitón contrário muito pronunciadas e esteve bem no seu primeiro, de Pinto Barreiros que teve coisas de bravo, recebido á porta de currais, prosseguindo depois em curtos de boa nota mas sem romper completamente. No seu segundo, de Prudêncio, teve bons apontamentos de brega e voltou ao toureio de câmbios que tanto agrada a uma grande faixa do público pela espectacularidade de alguns dos momentos. Foi uma actuação muito positiva que marca a sua passagem pela arena vilafranquense. Encerrou a sua presença com a lide do quinto, de Canas Vigoroux onde nem tudo correu bem, finalizando contudo com um grande ferro com o toiro nos médios.

Noite dura e difícil superada com muito valor e mérito para os Forcados Amadores de Vila Franca. Merecem o nosso melhor aplauso pela forma como encararam os toiros, como mandaram nas investidas e se fecharam galhardamente na cara, suportando muitas vezes fortes derrotes dos seis toiros a concurso. Foram forcados de cara Ivo Carvalho à 1ª, Rafael Plácido quiçá na melhor pega da noite ao primeiro intento, João Luz à 3ª, João Matos duríssima à 2ª, o cabo Vasco Pereira suportando fortes derrotes e consumando também à 1ª e a encerrar praça um estóico Guilherme Dotti que apenas à 4ª conseguiu vencer a dureza da investida do Palha.

Esta era também uma corrida concurso de ganadarias com prémios para Bravura e Apresentação foi ganho pelo toiro de Palha lidado em sexto, prémio Bravura que mereceu contestação do público. Para nós, o de Pinto Barreiros lidado em primeiro lugar merecia mais esse prémio de bravura, seguido pelas boas condições de lide bela estampa do de Veiga Teixeira. Em maior ou menor grau, os toiros de Passanha, Canas Vigoroux e Prudêncio também não colocaram problemas de maior aos toureiros.

Dirigiu o espectáculo Fábio Costa assessorado pelo veterinário Jorge Moreira da Silva com excelente entrada de público.

Texto: António Lúcio

07/10/2021   11:44


Exposição de homenagem a Raul de Carvalho

Toiros na Barquinha, dia 31 Outubro