Personagens da FESTA Moura 16 Junho

Personagens da FESTA Estremoz 17 Julho

Joaquim Brito Paes,o mais destacado de uma noite morna em Estremoz

Clique na Foto Para Aumentar

Joaquim Brito Paes,o mais destacado de uma noite morna em Estremoz

Praça de Toiros de Estremoz – 17/07/2021 – Corrida de Toiros

6  -  Toiros das Ganadarias: Paulo Caetano (1º, 3º e 5º), e Irmãos Caetano (2º, 4º e 6º)

Cavaleiros: João Moura Caetano, Duarte Pinto, Joaquim Brito Paes, António Telles (filho)

Forcados Amadores de Arronches, Monforte e Redondo

Director: Marco Gomes – Veterinário: João Candeias

Estremoz deu uma vez mais o (bom) exemplo no que à realização segura de espectáculos tauromáquicos com a empresa Ovação e Palmas, de Luís Pombeiro, a oferecer a possibilidade aos espectadores de fazerem ali mesmo o teste ao Covid, de  forma gratuita e avalizado por profissionais de saúde. De todos os muitos testes realizados, o resultado foi de 0 (ZERO) positivos. Parabéns pela inovação e ousadia e também por ter integrado dois jovens valores entre os praticantes para partilharem cartel e lidarem cada um um toiro.

Gostei francamente da actuação de Joaquim Brito Paes, muito correcto na forma como bregou e rematou as sortes e pelos bons ferros que colocou no terceiro da noite. Um bom comprido a abrir a sua lide e a série de quatro curtos foi de muito mérito pela forma como se colocou, pelas distâncias e pela forma como os cravou, com destaque para o segundo e para o último. Desde cedo “agarrou” o público e teve uma destacada actuação.

Moura Caetano esteve a gosto frente aos seus dois toiros. Esteve bem preparar e a rematar as sortes, utilizando o seu conceito de câmbios em quase toda a ferragem, encontrando as distâncias mais correctas para a abordagem das sortes que, contudo, nem sempre tiveram reuniões tão ajustadas quanto se justificava. No geral duas actuações positivas.

O segundo cavaleiro em praça foi Duarte Pinto que não deu a importância devida aos compridos em ambos os toiros. No seu primeiro demorou algo a entender as distâncias e deixou dois curtos de melhor nota. No quinto, que teve qualidade e com o ganadeiro a ser chamado à arena, Pinto esteve em melhor plano na larga série de curtos com dois deles de muito boa nota, terminando em bom plano.

Para lidar o sexto saiu á arena António Telles (filho) que se mostrou também em bom plano com uma actuação onde sobressaiu a sua noção de lide, a colocar bem o toiro e a cravar alguns bons curtos, como por exemplo os terceiro e quarto. Foi uma agradável prestação.

Três Grupos de Forcados disputaram o prémio para a melhor pega, sendo o júri constituído pelo empresário Luís Pombeiro, por Hélder Cebola da OPE e o crítico tauromáquico António Lúcio. Pelos Amadores de Arronches foram forcados de cara Gabriel Pimenta que consumou à segunda e Luís Sarrato que emendou bem e à primeira o seu colega João David Cunha que se lesionou na única tentativa que efectuou. Pelos Amadores de Monforte, José Chamorro consumou rija cara à 3ª e João Franjoso à 2ª tentativa. Finalmente, pelos Amadores do Redondo, Hugo Figueira efectuou uma bela pega de caras à 1ª e venceu o troféu em disputa e Jorge Gato encerrou praça com uma pega ao terceiro intento.

Os toiros de Paulo Caetano e de Irmãos Caetano com boa apresentação, foram díspares de comportamento destacando-se pela positiva o lidado em quinto lugar

Dirgiu o espectáculo Marco Gomes, assessorado pelo veterinário João Candeias. Durante as cortesias foi guardado um minuto de silêncio em memória de João Cortesão e das vítimas do Covid e lido um texto alusivo à importância da data.

Texto : António Lucio

21- 07-2021    00:31

Personagens da FESTA Moura 16 Junho

Personagens da FESTA Estremoz 17 Julho