Toiros na Póvoa de São Miguel

Personagens da FESTA Vila Franca

António Telles no seu melhor ontem em Vila Franca

Clique na Foto Para Aumentar

António Telles no seu melhor ontem em Vila Franca

Veteranía de Telles sobressai na 1.ª de Vila Franca 

A Praça de Toiros “Palha Blanco”, em Vila Franca de Xira, recebeu ontem a sua primeira corrida de Toiros da Feira de Maio, apelidada da Feira do Toiro. 

Lidou-se nesta tarde um imponente Curro de Toiros da Ganadaria de António Silva, de irrepreensível apresentação e trapío, pelo que díspares de comportamento. 

A Palha Blanco contou com praticamente lotação esgotada. 

António Ribeiro Telles abriu as hostes, sendo que o seu primeiro António Silva foi devolvido aos currais por se ter inutilizado aquando da saída à arena. António andou correto nos compridos, nos curtos andou acertado e regular sem vislumbrar. Sortes limpas e cravagens corretas. Foi no seu segundo da tarde, o quarto da ordem e que por sinal fora o melhor toiro da tarde, este sim merecia ter dado a volta à arena! Que Toiro de António Silva bravo, encastado com arrancadas prontas de quaisquer terrenos. António entendeu o seu oponente e deu uma lide extraordinária ! Sortes de praça à praça, com distâncias a deixar vir o toiro e cravar nos médios de alto a baixo e ao estribo. Um toureio clássico mas pleno de risco e emoção ! 

Luís Rouxinol não teve a sua tarde sonhada em Vila Franca, o seu primeiro de António Silva adiantava-se e tinha génio. Foi um toiro complicado onde Luís tentou e bem dar a volta. Correto nos compridos e a sobressair nos curtos ! Deixou um bom par de bandarilhas com o seu cavalo estrela, o Douro. No segundo que lhe cabia em sorte, Luís mostrou uma vez mais a raça que está no seu interior recebendo um imponente de António Silva à Porta Gayola. A lide veio de mais a menos, isto porque o toiro não proporcionou uma lide como ás que estamos habituados ! Difícil, com muito sentido, o seu oponente emparelhava-se à montada não proporcionado assim uma lide redonda. Melhores tardes virão. 

O mais novo do cartel, sem tirar qualquer desprestígio, porque o tem é muito, Duarte Pinto, um cavaleiro conotado como sendo clássico, também não teve a sua melhor passagem pela Palha Blanco. 

Asseado e correto no seu primeiro Toiro, sem vislumbrar mas bastante acertado nas cravagens. No seu segundo, um António Silva complicado, à semelhança do seu primeiro do lote, Duarte nos curtos mostrou a sua raça e torería! Deixou dois arriscados ferros com sortes muito cingidas!

Nesta tarde, pegaram os amadores de Vila Franca de Xira e de Alcochete. 

Por vila franca de Xira, foram consumadas as pegas respectivamente ao segundo intento, terceira e segunda tentativa. 

Pelos amadores de Alcochete, consumaram as pegas à segunda tentativa, primeira e segundo intento. 

De notar que nesta tarde persistiu uma falta de coerência por parte do palco presidencial! Tanto na atribuição de música aos artistas bem como a volta do Toiro. Era sem duvida o quarto toiro da ordem a ser concedida a volta e o público assim o reconheceu. 

Hoje voltamos a Vila Franca de Xira para um mano a mano!

Crónica por  Duarte Justino

Toiros na Póvoa de São Miguel

Personagens da FESTA Vila Franca