Centenária Praça de Toiros de Salvaterra O Regresso no próximo dia 9 de Maio

"Fado & Flamenco" na Quinta do Falcão

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira candidatou o Colete Encarnado ao Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial

Clique na Foto Para Aumentar

Submissão de candidatura à DGPC aconteceu a 21 de abril

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira candidatou o Colete Encarnado ao Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira submeteu no passado dia 21 de abril à Direção Geral do Património Cultural (DGPC) a candidatura visando a inscrição das Festas do Colete Encarnado no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

Para além dos serviços da Câmara Municipal envolvidos no levantamento, catalogação e seleção da documentação de suporte e fundamentação a esta candidatura, o trabalho iniciado em 2018 contou com a colaboração da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira e da Empresa Quaternaire Portugal. Foram recolhidos e compilados documentos, fotos, cartazes, programas, recortes de jornais, reportagens portuguesas e estrangeiras, filmes, documentários e até algumas obras de arte que ilustram a riqueza cultural associada a esta Festividade.Aos elementos documentais que integram a candidatura foram também acrescentados testemunhos vivos dos principais intervenientes da Festa (campinos e tertúlias) que, para além de terem como objetivo a ilustração desta candidatura, constituem-se como documentos históricos para a posteridade, para que a sua arte e a sabedoria seja transmitida às gerações vindouras.

De acordo com o legalmente estabelecido, caberá agora ao painel de peritos da DGPC efetuar a avaliação da candidatura e de toda a documentação que a suporta, esperando-se que em breve possa ser tomada a decisão final. Se for aprovada, o Colete Encarnado passará a estar inscrito no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial, condição fundamental para uma eventual Candidatura a Património Imaterial da UNESCO.

As Festas do Colete Encarnado tiveram a sua primeira edição em 1932, mantendo até aos dias de hoje o seu principal objetivo, de prestar homenagem à figura ímpar do Campino. Ao longo de quase 90 anos, o evento foi crescendo e afirmando a vivência de Vila Franca de Xira e do Concelho, trazendo o campo à cidade numa simbiose que marca a cultura local e que faz a cada ano reviver as tradições seculares do povo vila-franquense.

Num momento em que devido à situação pandémica não tem sido possível viver a Festa na sua plenitude, este processo, em conjunto com a consagração no ano passado do Colete Encarnado como uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular Portuguesarealça o Colete Encarnado como Festa Maior do Concelho e desta Região.


Centenária Praça de Toiros de Salvaterra O Regresso no próximo dia 9 de Maio

"Fado & Flamenco" na Quinta do Falcão