Quando o tempo pára... nada melhor do que lembrar o tempo vivido...

Estes sim, honraram e levaram longe o nome de Portugal!

Joaquim Grave exige à TVI um direito de resposta.

Joaquim Grave exige à TVI um direito de resposta pelas afirmações da deputada Inês Sousa Real do PAN, numa discussão com Miguel Sousa Tavares.

“À redacção do telejornal da TVI.

Ex.mos Senhores,

No dia 6 de Julho de 2020 no telejornal das 20:00 h na TVI, a deputada Inês Sousa Real do PAN teve a ousadia de citar o meu nome como sendo uma autoridade na matéria de tauromaquia, na discussão com o jornalista Dr. Miguel Sousa Tavares.
De uma forma clara citou-me dizendo: “até o Joaquim Grave reconhece que o toiro sofre e que só investe porque está num recinto fechado e não tem opção de fuga”
Sabendo que são completamente falsas as afirmações de que me responsabiliza, essa senhora só o terá feito de má fé; pelo exposto, sinto-me lesado porque usou o meu nome para mentir e denegrir a minha imagem, pelo que não posso deixar de exigir o direito de resposta com o mesmo destaque/visibilidade através do vosso meio de comunicação. Estou disponível para quando decidirem ser oportuno.
Ao longo da minha vida tenho afirmado e escrito por inúmeras vezes exactamente o contrário, pelo que a minha formação ética não pode calar esta tendência animalista que não se coíbe de mentir com total impunidade do alto da sua escassa representação parlamentar.

Joaquim Grave
Galeana, 6 de Julho de 2020″


Quando o tempo pára... nada melhor do que lembrar o tempo vivido...

Estes sim, honraram e levaram longe o nome de Portugal!