O valor de Mendes e pormenores de Cochicho

Ontem na ganadaria Ascensão Vaz, os matadores Augusto de Espartinas ,Nuno Casquinha e o novilheiro Emílio Huertas tentarem 9 bezerras em preparação para a nova temporada .

Cultura e tauromaquia no Instituto Cervantes de Lisboa

Instituto Cervantes de Lisboa

 

DEBATE E CINEMA

 

CULTURA Y TAUROMAQUIANI TOROS SÍ, NI TOROS NO

O Instituto Cervantes apresenta nos próximos dias 14 e 15 de março  a atividade Cultura y tauromaquia: Ni toros sí, ní toros no. A mesma terá lugar no auditorio do Instituto Cervantes de Lisboa. No dia 14 ás 18h30 haverá uma sessão de cinema e no dia 15 haverá dois debates seguidos: o primeiro sobre o tema Los toros y las artes das 17h00 às 18h30e o segundo debate sob o titulo Los toros de hoy das 17h00 às 18h30 com figuras representativas e meio taurino e da cultura portuguesa e espanhola.

A tauromaquia é uma prática que remonta à Idade do Bronze. Como espetáculo surgiu na Espanha do século XII e desde então praticasse noutros países de Hispano-américa e em Portugal. No século XVIII passa-se de tourear a cavalo para se tourear a pé. A tauromaquia forma parte da cultura dos países onde se pratica e se define como arte no dicionário Real Academia Española. Contudo, as corridas de touros despertaram desde o seu início uma grande polémica.

O Instituto Cervantes dedica a este tema da cultura ibérica e hispano-americanas duas sessões nas quais serão abordados os aspetos relativos a esta prática no campo das Belas Artes, bem como serão analisados vários assuntos da atualidade das corridas de touros. Para tal convidamos críticos de arte, escritores, realizadores de cinema, filósofos, toureiros, criadores de gado, forcados e membros de associações anti-taurinas, com a finalidade de debater e ao mesmo tempo ilustrar sobre este aspeto da nossa realidade cultural.

 

Quarta,14 de março I Instituto Cervantes de Lisboa

 

18h30

Projeção do Documentário

Torero

Realização: Carlos Velo, 1956. 80’

Argumento: Hugo Mozo (Hugo Butler) e Carlos Velo

M/18

Com a colaboração da Embaixada do México


Quinta, 15 de março  I Instituto Cervantes de Lisboa

 

17h00 às 18h30

 

Mesa Redonda: Los toros y las artes

Alexandre Pomar

Elísio Summavielle

Juan Carlos Gil González

Luis Francisco Esplá

Moderadora: María José García

 

19h00 às 20h30

 

Mesa redonda: Los toros hoy

José do Carmo Reis

Rita Silva

Jorge Alberto Yarte-Sada

António Lázaro

Moderador: Emilio Crespo

 

Para mais informações:

Susana Santos, e-mail[email protected];

tel.dir.: 213 105 036 ; tlm: 93 821 94 79

Morada: Instituto Cervantes de Lisboa I Rua de Santa Marta, 43 F I Tel: 213 105 020

http://lisboa.cervantes.es

O valor de Mendes e pormenores de Cochicho

Ontem na ganadaria Ascensão Vaz, os matadores Augusto de Espartinas ,Nuno Casquinha e o novilheiro Emílio Huertas tentarem 9 bezerras em preparação para a nova temporada .